Notícias - UniAtenas

“Saúde Mental, juntos somos mais fortes”, foi o tema da Palestra da Liga Acadêmica de Pediatria (LAPE), do Centro Universitário Atenas – UniAtenas, campus Paracatu -MG.

Na noite da última quarta-feira, dia 31 de julho, o auditório do Hospital Universitário Atenas – HUNA, reuniu acadêmicos de diferentes níveis e áreas de atuação e profissionais da saúde, com o objetivo de discutir como a saúde mental deve ser abordada no ambiente acadêmico e no futuro desse profissional.

Hanna Ferraz, psicóloga e palestrante convidada, enfatizou a importância de abordar o tema pelos altos índices relacionados à questão de suicídio, depressão e ansiedade. “É preciso falar a respeito da saúde mental do acadêmico, não só da Medicina, mas de todas as áreas, porque a gente se exige muito e é muito cobrado e muitas vezes não percebe. A gente tem olhos abertos para tratar o outro e muitas vezes não sabe cuidar de si. Além disso, saúde mental sempre é um tema interessante de se debater porque muitas pessoas não sabem lidar muito bem com mudanças, adaptações e novos desafios. ” Explicou.

De acordo com a presidente da Liga, Fernanda Trajano, acadêmica do 5° ano do curso de Medicina, “a escolha do tema se deu pensando nos próprios estudantes que muitas vezes acabam sofrendo, mas não conseguem fazer o próprio diagnóstico. Tudo que a gente puder agregar nesse sentido é importante e é algo que todo mundo que sair daqui – seja acadêmico, seja profissional da área, seja público externo – compreenda a essência desse assunto, sabendo cuidar do colega ou ajudar alguém que precisa”, finalizou.

Dr. Marcos Buzinaro, médico e coordenador do curso de Medicina do UniAtenas, elogiou os organizadores desse brilhante evento. “A Saúde Mental é um tema complexo que deve ser abordado de forma enfática para toda comunidade acadêmica, propagando a importância de gerenciarmos e cuidarmos do nosso organismo relacionando tanto o corpo como a alma. Os acadêmicos de Medicina passam durante toda sua formação por diferentes situações e são levados a pensarem e enfrentarem momentos inovadores. A saída do ambiente familiar, a convivência com novos amigos e profissionais da saúde, a responsabilidade do atendimento bem feito visando a melhora do seu paciente, os desafios técnicos propostos pela medicina, a morte, o luto, são todas situações que farão parte da vida acadêmica e profissional do futuro médico”, conclui.

É importante destacar que o UniAtenas oferece suporte e acolhimento para seus alunos, auxiliando na melhoria do desempenho acadêmico e o desenvolvimento pleno da pessoa humana por meio do Núcleo de Apoio Psicológico e Psicopedagógico (NAPP).